Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Travel is always a good idea

Travel is always a good idea

Hamburgo - Museu da História de Hamburgo | Hamburgmuseum

O Museu da História de Hamburgo também conhecido como Hamburgmuseum foi construído com propósitos organizacionais em 1839 para reunir o acervo de fragmentos arquitetónicos, como armas, bandeiras, uniformes e outros artefactos históricos da "Coleção de Antiguidades de Hamburgo". Mas a partir de 1922 começou a ser utilizado para reunir uma coleção histórica sobre a cidade de Hamburgo. Está localizado no centro da cidade de Hamburgo, junto ao parque Planten un Blomen.

 

1.JPG

 

INFORMAÇÕES ÚTEIS

 

Local: Stiftung Historische Museen Hamburg, Holstenwall 24 - 20355 Hamburg

Preço: 9€ para um bilhete individual, 7€ para grupos com minimo de 10 pessoas e 5,50€ para estudantes.

Horário: Terça-feira a Sábado (10h – 17h), Domingo (10h – 18h). Fechado em dias festivos e aberto com horário de domingo nos feriados da cidade/país. 

Estações de metro próximas: St. Pauli ( linha U3 da U-Bahn)

Estações de autocarro próximas: Museum für Hamburgische Geschichte

Site: http://www.hamburgmuseum.de/en/home 

 

2.JPG

 

Atualmente este museu é um dos mais visitados de Hamburgo e na minha opinião um dos mais importantes, independentemente dos dias que tenha para visitar esta cidade reserve pelo menos duas horas para poder visitá-lo com calma. As suas vastas coleções apresentam relíquias desde a idade média até à era moderna o que permite uma viagem entre o início da História de Hamburgo à cerca de 800 anos atrás até ao presente. O museu apresenta sempre uma exposição temporária e várias exposições permanentes: "Tour Histórico de Hamburgo", "Hamburgo no século 20", "Judeus em Hamburgo", "Modelo de Pista de Comboios", "Fashion, arte, música e teatro" e "casas históricas". 

 

9.JPG

 

A primeira zona que o museu apresenta é um Tour Histórico de Hamburgo que contém muitas peças, mapas e artefactos sobre o período entre o século 9 e 14, época do crescimento da cidade através do mar e do seu porto que ainda hoje é muito utilizado. Muito séculos se passaram e durante o século 17 com a emigração para todos os locais da Europa, começaram a fortalecer a cidade de Hamburgo no sentido de tornar aquela zona portuária forte em construção náutica, indústrias que começaram a exportar em maior percentagem e todas as edificações que tinham sido construidas nos séculos anteriores e protegiam a cidade (como se pode ver na figura seguinte) foram alargados e a cidade começou a expandir mais rapidamente.

 

3.JPG

 

A cidade de Hamburgo que no século 19 se expandia em grande velocidade sofreu dois grandes eventos que retardaram a sua evolução: o grande fogo em 1842 e uma epidemia de cólera em 1892. Todas estas catástrofes estão documentadas ao longo do museu, com fotografias e outros documentos. Além da documentação oficial sobre vários assuntos algo que gostei particularmente foi dos mapas interativos sobre o grande fogo que exemplificavam a forma como a cidade foi afetada e o que foi feito para a sua reconstrução.

 

10.JPG

 

Algo que não esperava encontrar num museu, foi a exposição Hamburgo no século vinte, que apresenta os sucessivos eventos e desenvolvimentos mesmo durante os tempos de guerra que a Alemanha sofreu e a forma como a economia e comércio se desenvolveu. Com esta exposição também é possível entender a forma como a política de estado que o país atravessou influenciou o dia-a-dia das pessoas em Hamburgo. E o que mais gostei foi as várias representações em cenários diferentes das casas e ambientes naqueles períodos, como exemplo a sala de jantar de famílias de classes sociais diferentes, uma leitaria de 1930, um abrigo durante a segunda guerra mundial, uma sala de estar familiar de 1950 e outras diferentes salas até ao período de 1990. Foi uma zona do museu que gostei bastante porque a forma retratada leva-nos a viajar durante anos e viver de facto aquelas Histórias.

 

4.JPG

 

A exposição Judeus em Hamburgo apresenta a história do povo judeu durante 400 anos: o difícil período próximo de 1600, o árduo processo de emancipação dos direitos humanos já no século 19, a era dourada, a era fascista e o genocídio e o restabelecimentos da comunidade judaica após 1945. No interior do museu é possível entrar numa reconstrução de uma sinagoga com decorações e artefactos próprios do povo judeu. O papel dos judeus, a sua integração e discriminação na política, negócios, ciência e arte são apresentados em várias partes da exposição e o objetivo desta exposição é realçar a importância deste povo na cidade e no desenvolvimento da cidade até hoje. É como seria de esperar também realçado em vários locais e obras a grande perda e destruição que o povo judeu sofreu durante o Socialismo.  

 

5.JPG

 

As miniaturas e o museu de miniaturas de Hamburgo, muito famoso por sinal é também referido neste museu, sendo que ao atravessar o museu há uma exposição permanente de um modelo ferroviário em miniatura numa escala de 1:32 e é um dos mais antigos modelos de pista de comboios mais antigo da Europa. Se por acaso não visitar o Miniatur Wunderland aqui tem a hipótese de apreciar linhas ferroviárias, modelos de comboios, industrias petrolíferas e tantas outras miniaturas sobre este assunto. Confesso que não foi a parte mais importante que me fascinou mas reconheço que se tiver crianças vão ficar deliciados com esta exposição.

 

6.JPG

 

A exposição Fashion, música, arte e teatro tem como principal foco a vida cultural desde o século 17 até aos dias de hoje. Durante o século 17 e 18, Hamburgo foi o centro da música e teatro do norte da Alemanha. A cidade apresentava vários compositores muito reconhecidos em óperas, pintores e designers e todas os cidadãos se vestiam a rigor para os eventos sociais, uma mostra dessas roupas, principalmente vestidos de gala estão expostos nesta zona do museu.

 

8.JPG

 

Já na zona final do museu há uma secção especial com painéis decorativos, papel de parede e pinturas que recheiam a exposição Casas Históricas. Esta coleção apresenta diversos objetos sobre a cultura local e a forma como eram decoradas e revestidas as casas antigamente. Num estilo claramente clássico que revela toda a exuberância vivida na era dourada, principalmente pelas famílias mais ricas, que o museu fez questão de eternizar nesta exposição.

 

7.JPG

 

A MINHA OPINIÃO

 

O Museu da História de Hamburgo é uma forma interessante para conhecer melhor a cidade, se está só de visita, se gosta de História e de eventos históricos talvez este museu seja o certo a visitar na cidade. Existem muitos outros museus específicos, como é natural em todas as cidades europeias, mas este resume toda a história num conjunto de exposições que não são exageradamente cheios de informação ou peças. É possível caminhar livremente pelo museu e o ambiente é muito calmo e pacífico. No fim da visita aproveite para relaxar um bocadinho no café ou esplanada do museu.

 

Boa visita !

 

Entre na Rubrica: Museus e outros... e continue a sua viagem :)

 

Sou o Ricardo Costa

27 anos

Optometrista em Full-time

Viajante em Part-time

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reservar hotel ?

Booking.com Booking.com

Por onde andei ?

ALEMANHA







FRANÇA



INGLATERRA



ITÁLIA









PORTUGAL



VATICANO



SUIÇA




RUBRICAS



Comentários recentes

  • Ricardo Costa

    Também fiquei com essa ideia da cidade, meio cinze...

  • RP

    Estive em Berlim o ano passado. Achei uma cidade u...

  • Ricardo Costa

    Vais adorar Roma! É uma cidade lindíssima, cheia d...

  • NNC

    Vou dentro de dias! Com o teu post fiquei ainda ma...

  • Ricardo Costa

    Olá Joana, Berlim é uma cidade fantástica, vais go...

Follow me on Instagram

Mais sobre mim

foto do autor