Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Travel is always a good idea

Travel is always a good idea

Hamburgo - Um passeio de barco pelo lago Alster

Acredito que não seja possível apreciar a tradição náutica de Hamburgo sem um passeio de barco e felizmente existem muitas opções quer no Lago Alster ou pelo Rio Elbe junto ao Porto de Hamburgo. Há vários preços, locais, tipos de viagens e preços ao dispor de qualquer turista portanto só terá de escolher a que melhor lhe agradar. 

 

1.JPG

 

A nossa escolha foi para um passeio de barco com duração de uma hora sobre o lago Alster, atravessando os lagos Inner e o Outer Alster e apreciando toda a zona da marginal, as casas, outros barcos e vistas. Só uma vista a partir dos barcos dá uma imagem diferente da cidade, por isso aprecio muito este tipo de passeios. E recomendo !

 

2.JPG 

 

INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE A "WINTER WARMER TRIP"

 

Preço: 15€ para adultos, 7,50€ para crianças até 16 anos

Horários: 1 Novembro a 31 Dezembro ( diáriamente às 10h30, 12h, 13h30, 15h, 16h, 16h30, 17h30 e 18h ) e entre 1 de Janeiro a 31 Março ( diáriamente às 10h30, 12h, 13h30 e 15h );

Duração: 1h

Local: Pier Jungfernstieg - Porta de embarque A

Estação de metro próximas: Rathaus

Site: http://www.alstertouristik.de/English/classics/winter-warmer-trip.html 

 

3.JPG

( Sede e Bilheteira da ATG Alster-Touristik GmbH )

 

O Alster é um dos mais importantes rios em Hamburgo, com um movimento bastante lento, em harmonia com a natureza envolvente e que ao chegar perto do centro da cidade forma dois lagos - Inner e o Outer. Nós comprámos os nossos bilhetes online e planeámos tudo antecipadamente, mas é possível todos os dias visitar a bilheteira e comprar bilhetes caso os barcos não estejam esgotados. Todos os barcos incluem serviço a bordo com vinho, café e bolos entre outras coisas. 

 

5.JPG

 

O transporte náutico em Hamburgo está equiparado com a importância que o Porto e a Igreja de St Michael tem na cidade, é uma tradição que começou com os primeiros passageiros a serem transportados em barcos de carga e há centenas de anos atrás já os povos hanseáticos desfrutavam de umas passeatas em viagens de lazer, acompanhadas de música alegre.

 

5.JPG

 

E tudo começou a meados do século XVIII quando o poeta Friedrich von Hagedorn elogiou os lagos pertencentes ao coração de Hamburgo, conseguindo descongelar a reserva que se tinha em relação ao uso do lago para lazer.  À medida que o tráfego se desenvolveu, começaram a ser visto barcos a remo e iniciaram-se as primeiras tentativas para criar uma linha de transporte entre os vários rios e marginais.

 

6.JPG

 

A primeira associação de transporte foi conseguida pelo construtor de navios Johan Peter Parrau através de um pequeno barco a vapor e só mais tarde com o primeiro navio completo "Alina" lançando a primeira linha de expedição através do lago Alster. Nos finais do século XIX já haviam cerca de 30 navios a vapor que trabalhavam no Alster.

 

7.JPG

 

Em 1911 já se transportava cerca de 11 milhões de pessoas por ano e os navios Alster sofreram perspetivas de alterações para os navios a vapor com embarcações "flush-deck" com a popa. Mas a Primeira Guerra Mundial chega em 1917 criando um desequilibro muito grande na cidade que só voltaria a restabelecer-se com o desenvolvimento do transporte local de passageiros, sistemas subterrâneos e de trânsito, reduzindo ainda mais o tempo de transporte dos locais.

 

8.JPG

 

A importância dos navios que circulam no lago é de tal forma grande que houve momentos de grande ostentação, como quando o primeiro ministro de Hamburgo declarou que "Os navios de Alster são um símbolo de paz", mas nem isso salvou a linha de transportes marítimas e a evolução da sociedade e da cidade fez cair ano após ano o fluxo de passageiros. Já perto do ano de 2000 foram construidos barcos com intenção turística e em 2006 foi inaugurado a remodelação do cais Jungfernstieg que permitiu fortalecer as zonas de embarque e dar uma nova vida ao lago de Alster, hoje em dia visitado por milhares de turistas.

 

4.JPG

  

A MINHA OPINIÃO

Pessoalmente gosto muito de passeios de barco, sempre que possível nas cidades por onde viajo, há algo de fascinante nas viagens de barco, o afastar do centro, ver a cidade e o seu movimento de longe e se possível sempre que haja um guia ou até um áudio-guia acabo sempre por conhecer um pouco mais da história local. Apesar do frio que se sente durante o inverno e do dia invernoso em que fizemos a viagem, o ambiente calmo e pacifico de sentir o barco a flutuar no lago Alster foi algo inesquecível que repetiria. A minha dica caso embarque nestes passeio é chegar um pouco cedo para aproveitar uma vista sentado nas mesas, os barcos são pequenos e os bons lugares são ocupados rapidamente. Se prefere vistas inesquecíveis vá até à popa do navio e delicie-se com a agitação do barco em movimento.

 

Boa viagem !

 

Entre na Rubrica: Museus e outros... e continue a sua viagem :)

Sou o Ricardo Costa

28 anos

Optometrista em Full-time

Viajante em Part-time

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reservar hotel ?

Booking.com

Alugar carro ?

Por onde andei ?

ALEMANHA







FRANÇA















INGLATERRA



ITÁLIA









MÓNACO



PORTUGAL





VATICANO



SUIÇA




RUBRICAS



Comentários recentes

  • Rita

    Desses locais já só me falta o Cap D'Ail antes de ...

  • Serrão

    Obrigado eu pela partilha destas viagens e por nos...

  • Ricardo Costa

    Olá! Visitar a Riviera Francesa foi espetacular e ...

  • Serrão

    A Riviera Francesa é mesmo magnífica. Um cruzeiro ...

  • Ricardo Costa

    E tenho para mim que todos os que vivem em Cannes,...

Follow me on Instagram

Mais sobre mim

foto do autor