Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Travel is always a good idea

Travel is always a good idea

Èze - Viagem à jóia medieval da Côte d'Azur

A minha viagem em 2016 pela Riviera Francesa, não foi muito planeada uma vez que era um encontro de primos e estaríamos à deriva e seguindo a nossa guia a trabalhar em Nice. Por esse motivo, a nossa viagem até Èze tenha tido um especial encanto por não saber o que esperar, fizemos um percurso rápido de carro entre Nice e ao longe começámos a avistar a bela vila de Èze.

 

18 - èze (2).jpg

 

18 - èze (3).jpg

  

A vila de Èze-sur-Mer, carinhosamente apelidada de Èze, é uma vila medieval muito bem preservada e apesar de estar no alto de umas das muitas montanhas da Costa Azul de França é na minha opinião um tesouro ainda um bocadinho escondido. Claro que não a visitámos sozinhos, havia muitos turistas, mas não tantos quanto esperaria encontrar.

 

18 - èze (4).jpg

 

18 - èze (5).jpg

 

A cidade de Èze e a sua origem remonta ao século IV, sendo que os primeiros registos históricos de Èze remontam ao período medieval, como é óbvio de perceber dada à sua localização no cimo da montanha, difícil de ser atacada por outros povos. Hoje em dia, a vila revela-se no seu esplendor, com ar medieval que lhe dá um certo charme e uma vista espetacular sobre o mar mediterrâneo e toda a costa e montanha da Riviera francesa.

 

18 - èze (6).jpg

 

18 - èze (7).jpg

 

Mesmo para quem chega a Èze de carro, há vários locais seguros para poder estacionar e depois subir até à entrada principal. A vila apresenta hoje em dia vários restaurantes, entre eles o famoso La Chevre D'or, com uma entrada medieval e misteriosa. E depois há muitas lojinhas, bares e alguns hotéis todos eles muito românticos e como seria de esperar bastante caros, mas promissores enquanto experiência de dormir numa vila tão encantadora como Èze mostrou ser.

 

18 - èze (8).jpg

 

18 - èze (9).jpg

 

Desde a zona costeira até ao topo de Èze há um percurso pedestre que se pode fazer, a Trilha Nietzsche, não feito para mim que seria uma aventura massacrante e principalmente não aconselho no verão dado o calor que se faz sentir. O nome da trilha é uma homenagem ao famoso filósofo alemão que por ali passou algum tempo e escreveu parte das suas obras, inclusive há várias estátuas em sua homenagem.

 

18 - èze (10).jpg

 

18 - èze (11).jpg

 

No topo de Èze, que foi a zona que principalmente visitámos e que também se pode chamar de Èze village sendo o ponto mais alto a 420 metros de altura pode-se passear através de casas medievais e ruelas, sempre a subir e descer e visitar as ruínas do antigo castelo medieval, perfumarias famosas como a Fragonard, a Igreja de Èze e um bonito jardim exótico com vários trilhos, espécimes de catos e outras plantas exóticas, vale a pena entrar.

 

18 - èze (12).jpg

 

18 - èze (13).jpg

 

 

Boa viagem !

 

Booking.com

 

RESUMO: RIVIERA FRANCESA

 

Cannes - Passeio à Ilha Sainte-Marguerite

A Ilha de Santa Margarida ( ou em francês Île Sainte-Marguerite) é a mais larga das Ilhas Lérins, muito próxima da cidade de Cannes. Apesar de ser a maior das ilhas só tem três quilómetros de comprimento e novecentos metros de largura, por isso é facilmente percorrida em poucos minutos. Para lá chegar fomos de barco desde a marina de Cannes, onde se localiza uma zona especifica para a compra de bilhetes ida e volta. 

 

17 - ilha de cannes (2).jpg

 

17 - ilha de cannes (3).jpg

 

O passeio de barco até lá é muito agradável e dá oportunidade a quem a faz para ter uma nova perspetiva da cidade de Cannes, uma vez que há muita agitação marítima, helicópteros e outros barcos a sair e a chegar a Cannes. O bilhete custou quinze euros e o tempo de Cannes até à ilha ronda os quinze a vinte minutos. Há vários horários de ida e volta mas o meu conselho é preparar uma viagem para ir cedo e retornar ao fim do dia, leve roupa de praia e aproveite para relaxar. 

 

17 - ilha de cannes (4).jpg

 

17 - ilha de cannes (5).jpg

 

Ao chegar à ilha entramos na floresta da ilha ( Forêt Domaniale de l'Ile Sainte Marguerite ) que está muito bem preservada, com uma vegetação muito bonita, largos caminhos para atravessar a ilha e com tudo muito bem organizado e mapas para orientação. Nós decidimos fazer uma caminhada e procurar um lugar calminho para almoçar uma vez que trazíamos comida para fazer um piquenique e encontrámos várias mesas de pedra no meio da floresta com esse intuito.

 

17 - ilha de cannes (6).jpg

 

17 - ilha de cannes (7).jpg

 

Para a zona leste da ilha é possível visitar as fortificações de uma prisão, em tempo o Forte Real construído no século dezassete que é conhecido por ser o local onde habitava o homem da máscara de ferro, pode-se visitar celas e ainda um museu sobre o forte, os bilhetes custam seis euros mas não entrámos porque fomos com o objetivo de fazer praia e queríamos aproveitar o tempo para descansar.

 

17 - ilha de cannes (8).jpg

 

17 - ilha de cannes (9).jpg

 

Encontrámos no sul da ilha com uma vista deslumbrante uma zona onde era possível fazer praia, com uma pequena lagoa criada pelas rochas. Há muitos locais pequenos e lindissimos para fazer praia portanto é só partir à descoberta e encontrar o melhor para si. A água é cristalina e convida a vários mergulhos, o clima da Riviera francesa é espetacular e o ambiente era de tal maneira calmo e relaxante que tornou esta experiência inesquecível. 

 

17 - ilha de cannes (10).jpg

 

17 - ilha de cannes (11).jpg

 

Uma curiosidade que nos apareceu durante a nossa tarde de praia foi uma senhor de barco que se aproxima da costa para vender café, gelados e outros produtos quentes e frios, achei tão cómico o senhor aparecer que acabámos por fazer negócio comprando três cafés, de péssimo sabor diga-se de passagem mas que tiveram a sua graça. Do nosso canto avistava-se ainda ao fundo vários cruzeiros privados e luxuosos que por ali circulam.

 

17 - ilha de cannes (12).jpg

 

17 - ilha de cannes (13).jpg

 

A ilha de Santa Margarida é um passeio que se possível e tiver tempo aconselho a fazer, a sua beleza é inquestionável, as caminhadas pela ilha e as vistas panorâmicas para Cannes e restante costa da Riviera Francesa valem a pena.

 

17 - ilha de cannes (14).jpg

 

17 - ilha de cannes (15).jpg

 

 

Vá ! Boa viagem !

 

Booking.com

 

RESUMO: RIVIERA FRANCESA

Sou o Ricardo Costa

28 anos

Optometrista em Full-time

Viajante em Part-time

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reservar hotel ?

Booking.com

Alugar carro ?

Por onde andei ?

ALEMANHA













FRANÇA















HOLANDA



INGLATERRA



ITÁLIA









MÓNACO



PORTUGAL





VATICANO



SUIÇA




RUBRICAS



Comentários recentes

  • Ricardo Costa

    Obrigado | thank you 😊

  • Anónimo

    Nice pictures!

  • Rita

    Desses locais já só me falta o Cap D'Ail antes de ...

  • Serrão

    Obrigado eu pela partilha destas viagens e por nos...

  • Ricardo Costa

    Olá! Visitar a Riviera Francesa foi espetacular e ...

Follow me on Instagram

subscrever feeds

Mais sobre mim

foto do autor