Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Travel is always a good idea

Travel is always a good idea

Paris - Dia 2, na cidade do amor

Paris, a cidade do amor como muitos a chamam, é mais do que tudo uma cidade com uma energia enorme, uma atração turística a larga escala para muitos gostos e alternativas. Eu nas duas vezes que visitei a cidade fui com amigos e por isso não senti a cidade assim tanto do amor, sente-se alguma energia boa no ar, a música que se ouve tocar nas pontes tem o seu encanto, as valsas antigas que ouvi diversas vezes tocados por artistas tornam alguns momentos inesquecíveis e sim vê-se muitos casais na rua, algumas propostas de casamento aqui e ali e muito amor. Se for o seu caso, estará no sitio certo.  

 

28 - paris (17).jpg

( Basílica Sacré Coeur )

 

28 - paris (18).jpg

( Carrousel, Jardins de Tuileries )

 

O nosso segundo dia por Paris decidimos começa-lo junto aos Jardins de Tuileries que foi criado no século XVI a mando de Catarina de Médicis para decorar o Palácio das Tulherias onde passava os seus tempos livres em 1664. O arquiteto daquele projeto, André Le Nôtre transformou-o num jardim no estilo francês, simétrico e cheio de estátuas ornamentais. A nossa passagem pelo Jardim de Tuileries começou na Praça da Concórdia, passeando sem direção pelo jardim, onde se vê muita gente a caminhar no eixo central e fomos calmamente até encontrar o Carrossel e começarmos a avistar o tão famoso Museu do Louvre, na margem direita do Rio Sena.

 

28 - paris (19).jpg

( Jardins de Tuileries )

 

28 - paris (20).jpg

( Jardins de Tuileries )

 

Após atravessar os Jardins de Tuileries chegará ao museu mais famoso e visitado do mundo - o Museu do Louvre. Dispensa apresentações, é reconhecido mundialmente e é visitado todos os dias e a todas as horas por centenas de turistas. O Museu do Louvre foi inaugurado a 10 de agosto de 1793 e desde então tornou-se uma verdadeira obra de arte. No exterior, antes de entrar, aproveite o momento para fotografias junto às pirâmides, relaxe um bocadinho e prepare-se para uma aventura na História da Humanidade. Eu já tive oportunidade de o visitar duas vezes e aviso, perdi-me de tal forma que na segunda vez vi zonas do museu que não tinha visto e sempre lá estiveram! O museu é enorme. Para ler um pouco mais sobre o Museu do Louvre, informações úteis e dicas resolvi escrever um post que vai condensar tudo, basta clicar aqui.

 

28 - paris (21).jpg

( Entrada para o Museu do Louvre )

 

28 - paris (22).jpg

( La Gioconda / Mona Lisa, Leonardo da Vinci ) 

 

Ao sair do Museu do Louvre siga em direção do rio sena e vai encontrar a Pont des Arts que termina junto ao Instituto de França. A Pont des Arts data de 1804 e deve o seu nome ao primeiro nome dado ao Museu do Louvre, Palácio das Artes. Ao longo do último século sofreu algumas alterações mas a sua arquitetura manteve-se, sendo hoje em dia uma ponte pedonal com algum encanto e graça uma vez que há alguns artistas de rua, cantores ou músicos que com as suas melodias tornam aquele lugar muito especial. E por fim, a Ponte das Artes era conhecida pelos cadeados do amor que nela os casais trancavam mas devido ao peso sob a estrutura a partir de 2015, todos os cadeados foram retirados e tornou-se proibido esse ato.

Ainda na direção da Catedral Notre-Dame, pode encontrar uns quarteirões antes a Sainte Chapelle, considerada património mundial da UNESCO, dentro da Ile de la Cité (uma pequena ilha com acesso por várias pontes). Esta capela construída no século XIII é mundialmente conhecida pela sua grandeza de arquitetura gótica, os vitrais, rosáceas e relíquias que ainda hoje expõe são um dos maiores tesouros guardados em Paris.

 

28 - paris (25).jpg

( Cadeados do amor junto à Praça da Estátua Equestre do D. Henrique IV )

 

28 - paris (26).jpg

 

É também na Ile de la Cité pode visitar a Catedral Notre-Dame, uma das mais importantes catedrais góticas na Europa, construída no ano de 1163 e é dedicada a Maria, mãe de Jesus Cristo. A Catedral de arquitetura gótica no seu esplendor é um dos pontos mais interessantes de arte a visitar em Paris, começando pelo seu exterior na qual são milhares os detalhes arquitetónicos, no seu interior poderá ver esculturas, vitrais, rosáceas e relíquias, e subindo às torres da catedral pode ver os sinos, os famosos dráculas e ainda aproveitar de uma excecional vista sobre a cidade de Paris. Para ler um pouco mais sobre a Catedral Notre-Dame, informações úteis e dicas resolvi escrever um post que vai condensar tudo, basta clicar aqui.

 

28 - paris (23).jpg

( Catedral Notre-Dame )

 

28 - paris (24).jpg

( Vista das torres da Catedral Notre-Dame )

 

Depois de um dia dentro de museus e catedrais o que lhe vai saber bem a seguir será passear e porque não um passeio de barco no rio sena ? Sempre que viajo em cidades europeias com possibilidade de fazer um passeio de barco não perco a oportunidade porque é uma forma divertida de ver alguns pontos importantes à distância e ficar a conhecer melhor a cidade. Em Paris há barcos a todas as horas e preços, de dia e de noite. O percurso varia pouco, começando a maioria no cais junto à Torre Eiffel circulando no rio sena, passando junto ao Grand Palais, Museu D'Orsay, Museu do Louvre, Catedral Notre-Dame e rodeando a Ile de la Cité e fazendo o percurso inverno. A viagem vale muito a pena e os preços rondam os 15€. 

 

28 - paris (27).jpg

 

28 - paris (28).jpg

 

Uma curiosidade sobre as minhas idas a Paris é a existência da Roda Gigante na Praça da Concórdia. Na primeira vez que fui, em março de 2017, ao passear por Paris e descobrir a famosa roda gigante decidimos andar nela à noite porque seria uma experiência diferente e uma vez que se falava tanto na roda decidimos andar. A roda gigante foi durante muitos anos um marco histórico na cidade uma vez que proporcionava uma vista magnifica sobre a Champs-Élysées, o Jardin des Tuileries, o Museu do Louvre e sobre o Rio Sena mas o governo de Paris decidiu remove-la porque obstruía a vista entre o museu do Louvre e o Arco do Triunfo. Apesar da contestação o que é certo é que a Roda Gigante foi mesmo removida e eu não sabia ! Em maio de 2018 quando estive novamente em Paris, caminhei em direção à Praça e dei por mim a achar que estava maluco, a roda tinha sumido. E afinal sumiu mesmo, de vez. É pena. 

 

28 - paris (29).jpg

( Roda Gigante vista do Jardin des Tuileries )

 

28 - paris (30).jpg

( Vista do topo da Roda Gigante )

 

Para terminar o dia, aproveite para passar no Moulin Rouge, provavelmente a casa de shows mais famosa do mundo. Aberta desde 1889 e situada na zona de Pigalle e Montmartre tornou-se conhecida pelos shows de cabaret e é um símbolo da noite boémia da cidade. Na nossa passagem pelo Moulin Rouge optámos por não entrar, mas estivemos um pouco junto ao exterior a a ver o famoso moinho vermelho, com uma iluminação vermelha muito característica daquele local. Apesar de um pouco distante a pé do centro de Paris tem uma linha de metro com estação mesmo em frente à entrada.

 

28 - paris (31).jpg

 

28 - paris (32).jpg

 

 

Boa viagem !

 

Booking.com

 

POSTS PARIS:

 

PARTE 1 | PARTE 3

 

RUBRICA: MUSEUS E OUTROS... | TORRE EIFFEL | ARCO DO TRIUNFO | MUSEU DO LOUVRE | CATEDRAL NOTRE DAME |

 

RUBRICA: TUDO SOBRE... | TUDO SOBRE #2: AS DIFERENÇAS ENTRE OS AEROPORTOS EM PARIS - CDG VS ORLY

 

Paris - À descoberta do Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo é um momento de memória patriótica que sobreviveu ao longo dos últimos anos, a guerras e modernizações da sociedade e hoje em dia é sem dúvida um dos pontos turísticos mais visitados em Paris. De metro, autocarro, a pé ou de carro é fácil encontrar o arco mais famoso da cidade e vale a pena uma visita, não só pela vista fantástica mas também porque ao longo da subida é possível aprender sobre toda a história da construção, com fotografias históricas que torna a visita muito didática.

 

29 - arco do triunfo (1).jpg

 

29 - arco do triunfo (2).jpg

 

O arco do triunfo é uma construção prometida pelo Napoleão I ao Grande Exército como forma de os homenagear pela participação na batalha de Austerlitz. Após voltarem a Paris, ordenou a construção de um arco do triunfo que satisfazia o seu gosto por antiguidade romana. O local escolhido para o monumento foi a praça Étoile, na extremidade da Champs-Élysées, em frente ao palácio de Tuileries, residência do imperador em Paris.

A ideia de homenagear um soldado simbolizando todos os mortos pela pátria surge em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial e ainda hoje sob o arco do triunfo jaz o Soldado Desconhecido, junto da chama da memória, acesa todos os dias, durante todos os dias do ano.

 

29 - arco do triunfo (3).jpg

 

29 - arco do triunfo (4).jpg

 

INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O ARCO DO TRIUNFO:

 

PREÇO: 12€ (adultos), gratuito (cidadãos da EU e residentes em França com 18 a 25 anos), gratuito (Idade inferior a 18 anos), 9€ (cidadãos fora da UE entre 18 a 25 anos). 

HORÁRIO: Todos os dias, 10h às 22h30 ( 1 de Outubro a 31 Março) e 10h às 23h ( 1 de Abril a 30 Setembro). A última entrada é 45 minutos antes do monumento fechar.

TEMPO ESTIMADO: 40 a 60 minutos.

METRO: Charles de Gaulle Étoile

SITE OFICIAL: http://www.paris-arc-de-triomphe.fr/en/

 

29 - arco do triunfo (5).jpg

 

29 - arco do triunfo (6).jpg

 

O bilhete inclui uma visita ao terraço na qual é possível observar toda a paisagem panorâmica sobre a cidade de Paris e ver o efeito estrela que todas as avenidas à volta do Arco formam. Inicialmente seriam 8 mas resultaram em 12 avenidas que dão um efeito espetacular à cidade, culminando no arco e numa rotunda, no mínimo caótica. Além do terraço vale a pena dar uma volta junto ao arco e ver que aquela construção respira história, nas paredes por exemplo estão escritos todos os nomes das batalhas travadas pelas tropas francesas e ainda os nomes dos militares mortos no campo de batalha.

 

29 - arco do triunfo (7).jpg

 

29 - arco do triunfo (8).jpg

 

Aventure-se a conhecer o Arco do Triunfo, aproveite para ver as exposições na zona intermédia do arco, a subida de escadas vale a pena o esforço e aproveita cada segundo no terraço a vista sobre a cidade, desde o movimento dos carros, a natureza das avenidas e claro da panorâmica com a Torre Eiffel atrás, há melhor cartão postal ? Não visitei o arco do triunfo na primeira vez que estive por Paris mas não perdi a oportunidade na segunda vez, por isso recomendo que organize bem o seu tempo por paris e inclua este monumento. Vale mesmo a pena !

 

29 - arco do triunfo (9).jpg

 

29 - arco do triunfo (10).jpg

 

 

Boa viagem !

 

Booking.com

 

POSTS PARIS:

 

PARTE 1 | PARTE 2 | PARTE 3

 

RUBRICA: MUSEUS E OUTROS... | TORRE EIFFEL | MUSEU DO LOUVRE | CATEDRAL NOTRE DAME

 

RUBRICA: TUDO SOBRE... | TUDO SOBRE #2: AS DIFERENÇAS ENTRE OS AEROPORTOS EM PARIS - CDG VS ORLY

Sou o Ricardo Costa

28 anos

Optometrista em Full-time

Viajante em Part-time

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reservar hotel ?

Booking.com

Parceiros


Por onde andei ?

ALEMANHA













FRANÇA

















HOLANDA



INGLATERRA



ITÁLIA









MÓNACO



PORTUGAL





VATICANO



SUIÇA




RUBRICAS



Comentários recentes

  • Ricardo Costa

    Boa noite, o melhor a fazer é chegar à bilheteira ...

  • Anónimo

    Boa noite, gostei do seu post. Se comprar mos bilh...

  • Ricardo Costa

    É de facto uma canseira, especialmente para quem e...

  • Dylan

    Ufa, que brutalidade, até deve cansar!:)

  • Ricardo Costa

    Amesterdão é uma cidade muito bonita em qualquer a...

Follow me on Instagram

subscrever feeds

Mais sobre mim

foto do autor