Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Travel is always a good idea

Travel is always a good idea

Amesterdão - Dia 3, de Van Gogh à Red Light

No dia anterior a visitar o Museu de Van Gogh, já tinha estado por lá mas sem bilhetes e a fila era absurdamente longa, então a primeira coisa que fiz quando cheguei ao hotel foi comprar o bilhete para o dia seguinte e a entrada é praticamente sem filas. Para este museu comprei também o áudio-guia que aconselho muito ao contrário do Rijksmuseum ou a Casa de Anne Frank. O áudio guia está muito bem feito, com duas versões de visita, uma mais rápida e outra mais completa. O museu em si está muito bem organizado com uma sequência muito interessante da vida de Van Gogh com a distribuição das suas maiores obras de forma estratégica para não acumular visitantes numa só zona. É de longe um dos melhores museus da Europa !

 

27 - amesterdão (32).jpg

( Museu de Van Gogh )

 

27 - amesterdão (33).jpg

 

Depois de respirar tanta arte, estava a precisar de beber uma cerveja e porque não escolher um dos locais mais requisitados do momento (2016) - o Heineken Experience. Basicamente é uma atração turística por causa obviamente da cerveja em si, mas que conta a história da marca da Heineken através dos últimos anos e explica todo o processo de fabrico da cerveja desde os seus principais constituintes até chegar a todos os bares do mundo. O preço de entrada inclui duas bebidas no final do tour que podem ser aproveitadas junto de algumas brincadeiras para fazer recordações da visita ao museu da Heineken.

 

27 - amesterdão (34).jpg

 

27 - amesterdão (35).jpg

 

A cidade de Amesterdão é rica em arquitetura, desde os seus primórdios da civilização na qual os edifícios eram em madeira e que hoje em dia só restam dois nesse estilo gótico, após o século dezasseis foram feitas reconstruções na maioria dos edifícios para tijolo adotando uma arquitetura renascentista, depois durante a construção de alguns Palácios foi usado um arquitetura mais clássica própria da Holanda e hoje em dia há muitas construções contemporâneas ao redor da cidade. Uma curiosidade sobre as construções é que devido ao pagamento de imposto municipal consoante os metros quadrados do edifício eram feitas construções muito finas, mas com muitos andares e isso é visível por exemplo num passeio de barco pelos canais, também fruto dessa realidade há grandes construções naquela altura habitadas por pessoas com mais posses financeiras.

 

27 - amesterdão (36).jpg

 

27 - amesterdão (37).jpg

 

A minha viagem a Amesterdão durante o Outono de 2016 coincidiu com a noite de Halloween e que melhor maneira de "brincar" ao Halloween do que ir ao Amsterdam Dungeon. Eu já conhecia os Dungeons porque fui em Londres e Hamburgo, mas embora tenham todo o mesmo lado místico de terror e de teatros com um determinado grupo de visitantes, cada Dungeon adapta-se à história da cidade, o que torna a experiência muito atrativa também a nível cultural.

 

27 - amesterdão (38).jpg

 

27 - amesterdão (39).jpg

 

E uma das minhas últimas visitas na cidade foi ao Museu da Prostituição / Red Light Secrets, com localização na Red Light District e que de forma espetacular explica a todos os leigos a história da legalização da prostituição em Amesterdão, retrata o local desde que entramos nas famosas janelas onde estão as mulheres de lingerie, são mostradas várias confissões e histórias de vida de mulheres que trabalharam durante anos como prostitutas. A parte mais interessante do museu para mim foi estar do outro lado das janelas, o próprio museu por estar na Red Light tem centenas de pessoas a passar à frente e é uma experiência diferente estar a ser observado, ali parado com todos os olhos em nós, mesmo que por breves instantes. 

 

27 - amesterdão (40).jpg

 

27 - amesterdão (41).jpg

 

Ficou tanta coisa para ver em Amesterdão que estou mais do que convencido a voltar lá, principalmente porque fui no Outono e quero ver o lado florido e solarengo da cidade. A qualidade de vida, a simpatia dos locais e o ambiente geral de Amesterdão cativaram-me e é sem dúvida um local a voltar. Tenho saudades de andar na rua, ver a agitação das bicicletas de um lado para o outro, de ver o rosto prazeroso dos holandeses ao pensar "Sim moro aqui ! " e de sentir o movimento dos negócios embora muito em redor do turismo, mas também daquelas lojas que aparecem do nada, nas ruas menos atropeladas de gente. 

 

27 - amesterdão (42).jpg

 

27 - amesterdão (43).jpg

 

Guardo também na memória uma gastronomia invejável, um bocadinho esquisita para nós portugueses que estamos habituados a uma boa mesa composta, mas de qualquer forma diferente. E saudades também dos queijos e das dezenas de lojas de queijos, cada um melhor que o outro, nem que seja para palitar as ofertas e babar de tão bom, fica a dica ! E para terminar fui à Holanda em Outubro e não visitei os famosos campos de tulipas, portanto o destino guardou para mim uma lista de excelentes motivos para voltar :)

 

27 - amesterdão (44).jpg

 

27 - amesterdão (45).jpg

 

Boa viagem !

 

Booking.com

 

POSTS: PARTE 1PARTE 2O QUE VER E ESPERAR

 

OUTROS DESTINOS: POR ONDE ANDEI ?

Sou o Ricardo Costa

28 anos

Optometrista em Full-time

Viajante em Part-time

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reservar hotel ?

Booking.com

Alugar carro ?

Por onde andei ?

ALEMANHA













FRANÇA















HOLANDA



INGLATERRA



ITÁLIA









MÓNACO



PORTUGAL





VATICANO



SUIÇA




RUBRICAS



Comentários recentes

  • Ricardo Costa

    Amesterdão é uma cidade muito bonita em qualquer a...

  • José Coelho

    Adorava lá ir um dia :) Vou aproveitar estas dicas...

  • Ricardo Costa

    Obrigado | thank you 😊

  • Anónimo

    Nice pictures!

  • Rita

    Desses locais já só me falta o Cap D'Ail antes de ...

Follow me on Instagram

Mais sobre mim

foto do autor